Denúncia

URGENTE: PF cumpre mandados de busca e apreensão contra Helder Barbalho em Belém

A Operação “Fora da caixa”, desdobramento da Operação Lava Jato, está sendo realizada em Belém para investigar o sistema de caixa dois que teria pago cerca de um milhão e meio de reais para o , então na época candidato ao governo do estado, Helder Barbalho.

Além do Pará, a operação também cumpre mandados de busca e apreensões e prisões em Tocantins e Distrito Federal.

Os crimes que Helder está sendo acusado são caixa dois, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Em novembro de 2018, a PF já estivera em Belém para intimar o senador Jader Barbalho e o atual governador Helder Barbalho, a depor sobre fatos relacionados à Lava Jato.

Relembre o caso:

Em 2017, os executivos da Odrebrecht, Fernando Luiz Ayres da Cunha e Mário Amaro, delataram que, por intermédio de Paulo Rocha e João Salame ( então prefeito de Marabá), Helder, que na época disputava o governo do Pará, procurou a empresa para pedir R$ 30 milhões e que a empresa, só teria atendido em R$ 1,5 milhão em caixa-dois.

Os delatores informaram que no Setor de Operação estruturadas da Odebrecht ( setor de propinas) Helder Barbalho era conhecido pelo codinome “cavanhaque“.

Em troca aos valores recebidos, Helder Barbalho teria prometido entregar em forma de privatização, a companhia de saneamento do Pará, COSANPA.

Helder justifica que suas contas de campanha foram aprovadas pelo próprio TRE-PA, porém, o processo trata de caixa dois, ou seja recurso não declarado à Justiça eleitoral.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar