Política

Quem é o Procurador do TCU que quer impedir a todo custo o COAF de investigar Greenwald?

Quando o Ministro Sérgio Moro esteve na Câmara dos Deputados para dar explicações sobre as supostas mensagens trocadas com o procurador Deltan Dallagnol e publicadas no site Intercept, foi questionado sistematicamente por deputados opositores ao Governo sobre um possível pedido feito pela Polícia Federal ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) para investigar as movimentações financeiras de Glenn Greenwald.

Na ocasião Moro lembrou que a Polícia Federal tem absoluta autonomia para conduzir investigações e que portanto não caberia a ele responder à estas perguntas.

O MP junto ao TCU parece ter comprado a idéia de perseguição ao jornalista gringo vendida pela esquerda. No sábado, dia 06, a pedido do Subprocurador Lucas Rocha Furtadoguarde este nome) o ministro do TCU, Bruno Dantas deu prazo de 24 horas para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Coaf, Roberto Leonel de Oliveira, esclarecessem se o jornalista estava sendo investigado ou não.

Em resposta o Coaf foi peremptório em afirmar que “não realiza investigações, nem mesmo a pedido da PF ou de qualquer outro órgão, tampouco “analisa financeiramente as contas” de pessoas físicas ou jurídicas” e concluiu dizendo que ” ao longo de vinte anos de existência, o Coaf não se pronuncia sobre casos concretos, tampouco acerca de matérias e especulações jornalísticas ou de qualquer natureza.”

A partir daí as coisas começaram a ficar…digamos assim, um pouco “estranhas“. 

Não satisfeito com a resposta do COAF, o Subprocurador em sede de cautelar pediu ao TCU uma inspeção in loco para saber se o COAF e o Ministro Paulo Guedes disseram realmente verdade.

Ora, por que tanto empenho em saber se há investigação ou não sobre Greenwald?

Para se conceder uma cautelar se faz necessário demonstrar o que se chama de fumus boni iuris(fumaça do bom direito), ou seja, indícios claros dos fatos que sustentem o pedido. Quais seriam esses indícios, as especulações jornalísticas como disse o COAF? ou as acusações feitas pelo PT no calor das discussões na Câmara?

Lucas Furtado foi aquele procurador que gastou R$ 16 mil em diárias para passar 25 dias em Portugal ( clique e confira). Foi ele também que pediu a abertura de apuração sobre o veto do presidente Jair Bolsonaro à polêmica campanha publicitária do Banco do Brasil ( clique aqui) e o mesmo que representou ao TCU para que se apurasse “o possível direcionamento de verbas publicitárias” pelo atual governo, quando então a Globo passou a receber menos que Record e SBT. ( clique aqui )

Em 2010 a Revista Época publicou que Furtado tem boas relações com Dilma Rousseff desde o tempo em que a presidente eleita era ministra da Casa Civil. ( clique aqui))

Para finalizar, em sua petição ao TCU pedindo a inspeção in loco do COAF, o subprocurador cita a música “o pato” de João Gilberto. Qualquer comparação com o “pato da Fiesp” não é mera coincidência tá!

O pato
Vinha cantando alegremente
Quém! Quém!
Quando um marreco sorridente pediu
Para entrar também no samba
No samba, no samba

Etiquetas

Eduardo Cunha

Eduardo Cunha é o editor chefe do ParaWebNews. É Advogado (UFPA) com especialização em ciências criminais, músico, social media, blogueiro e jornalista, acumulando anos de experiência dos bastidores da política no Estado do Pará.

15 Comentários

  1. Senhor juiz CUIDADO ao defender esse gringo, depois quando as pessoas que estão defendendo ele não tiver mais SERVENTIA. Ele vai fazer a mesma coisa com vocês que está fazendo agora com um ministro da justiça e um procurador. Criar áudios e edições pra derrubar qualquer um que atrapalhar a traminha deles.viu como eles falam mal um do outro nas conversas orientadas??

  2. Onde estavás Lucas Rocha Furtado quando o PT roubou o País? Para q serve o TCU? Passaram 14 anos quebrando Petrobras, Correios, BB, Caixa, Estatais, fundo pensões, universidades, tudo q estava ao alcance, todos sabiam, e o TCU quieto, agora uma investigação que deveria partir do próprio órgão, em defesa da União não pode avançar, porque temos pessoas que foram favorecidas! O homem que se vende, seja qualquer valor, não vale o valor pago!

  3. Esse Procurador está apenas fazendo o que lhe compete, pois pode-se esperar qualquer coisa desse governo que se instalou por força de um golpe jurídico que assola esse país e que tem como principal objetivo minar as instituições e a democracia para acabar com a assistência social brasileira.

    1. Fala para o seu pessoal, que essa cartilha de vocês precisa ser atualizada. Virem o disco, troquem o CD, pois esses estão danificados, repetem sempre e sempre a mesma ladainha que não cola mais. Vcs já foram mais inteligentes.

  4. Esse sujeito esquerdopata acha que está acima da lei, da licença nobre causídico. Nós brasileiros do lado do bem, não aceitamos mais corruptos e amigos de corruptos iguais a esse jornalista gay e sua corja de terroristas que usam hacker para invadir celulares de autoridades federais e acham que isso é normal. COAF tem que investigar mesmo essa quadrilha e descobrir com que dinheiro o Jean William vive lá fora. O pavão misterioso denúncia a venda de mandatos, tem que ser investigado e punir essa quadrilha.

  5. Tudo bem se essa postura for do outro lado!? Né? Ora! Convenhamos que sua reportagem extrapolou o bom senso jornalístico.
    Pelo menos se atenha aos fatos geradores das medidas jurídicas. Assim, você informa melhor e deixa de ser tendencioso.
    Por falar em tendência, estás ganhando também do Governo, se não, pareceu

  6. Já vi que este “bloguinho e um panfleto do Bozo.
    Não haveria necessidade de ação do procurador se O Marreca de Curitiba tivesse falado a verdade; mas não negou e nem confirmou (eu ouvi as respostas).
    Sua trajetória mostra que sempre foi um sujeito que haje nas SOMBRAS, não quis entregar o celular dele para ser periciado, não se dispôs a abrir a caixa preta. *Mesmo quando provocado pelos deputados PIMENTA E MELCHIONE para fazerem juntos.*

  7. Boa tarde!

    Por que não investigar?
    Será que encontrarão uma movimentação suspeita, envolvendo várias pessoas…
    E isso pode, levar a uma conclusão de armação.
    O cidadão que faz a tempestade em copo d’água, quer a todo custo, impedir a mesma…
    Por que?
    Como homem de órgão público, deveria agir totalmente ao contrário.
    Quem não deve, não teme…
    A não ser, que esteja envolvido até o pescoço e faça parte da maior quadrilha que já assolou nosso país.
    Uma coisa é certa: as pessoas de bem, cansaram de tamanho abuso e desmandos da falida classe política, e com certeza, vai demorar, mas aos poucos, os corruptos serão extintos do congresso.
    Terão seus julgamentos e condenações que merecem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar