Regional

Morre cantor e compositor paraense Alcyr Guimarães

Acaba de falecer neste sábado (08,) após falência múltipla de órgãos, o médico, professor, cantor e compositor paraense Alcyr Guimarães, 66 anos. 

Alcyr compôs obras como “Janela de Belém (Olê olá Belém) ”, ” Os passa vida” e “boi do céu” que retratam a cotidiano de Belém e da cultura paraense. 

O artista chegou a gravar 26 discos no Brasil e no exterior e teve como parceiros músicos consagrados como Vital Farias, Geraldo Azevedo, Paulinho da Viola, Jorge Aragão, Emilio Santiago entre outros.

O final da carreira foi marcada pela tragédia. Após a morte da esposa, Ciane Mackert, em 2015, Alcyr foi acusado pelo inquérito policial de ter provocado a morte por envenenamento e procurado simular causas naturais. Por intermédio de Alcyr o corpo não foi encaminhado ao IML após a morte. 

O assassinato teria como motivação os bens da vítima, imóveis em Curitiba. Após a morte, Alcyr, além de ter ficado como usufrutuário de carro e imóvel em Belém, também administrava o patrimônio dos filhos da esposa, bem como contas, e aluguéis.   

Se vivo estivesse certamente iria a júri popular. 

O velório ocorrerá na capela do Recanto da Saudade e o enterro sairá as 10h nesta segunda, dia 10.

Um Comentário

  1. A música “Os passa vida”, jamais teve a assinatura do Alcyr Guimarães. Os autores são Osmar Júnior e Rambolde Campos, músicos que vivem no Amapá.
    Barrigada como está põe em xeque a credibilidade da matéria. Sugiro que vcs corrijam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Open chat
Denúncias, informações ou sugestões
Olá!
Estamos aguardando seu contato.
Powered by