Denúncia

Mário Couto afirma “haverá novas eleições para o Senado no Pará em 2020”, escute a entrevista.

Ontem (05) o ex senador Mário Couto revelou em programa na TV Grão Pará que haverá novas eleições para o senador no estado do Pará, neste ano, 2020. Na manhã desta quinta, 06, Mário Couto conversou com o ParaWebNews e explicou mais a fundo sua fala.

FILIAÇÃO AO PARTIDO PROGRESSISTA

O ex senador afirmou que antes das eleições de 2018 procurou um partido para se candidatar ao senado. Foi informado que o Partido Progressista (PP) era comandado por um deputado federal sério. Esse deputado era Beto Salame, irmão de João Salame (ex-prefeito de Marabá).

Sua equipe resolveu confiar nos irmãos Salame e no PP. Beto Salame também demonstrou confiança recíproca. De acordo com Mário Couto, há uma gravação onde Beto diz que “nem que ele se quebre todo”, a candidatura de Mário estava garantida.

O tempo foi passando e os irmãos Salame afirmavam que o PP iria lançar um candidato ao governo do Pará, o que não aconteceu. Depois disseram que a única solução para o partido seria entrar na coligação do MDB.

Sem outra saída, Mário Couto aceitou entrar na coligação. No dia da convenção do MDB, lá estava sua candidatura passando no telão como sendo da coligação. Mário Couto ainda foi chamado para fazer seu pronunciamento. Aparentemente estava tudo sacramentado.

ASSINATURA FALSIFICADA

Segundo Mário Couto, após a convenção, estava em um restaurante com a família quando recebeu a notícia do seu advogado dizendo que foi feito uma nova ata, após a convenção, tirando o seu nome da corrida ao senado.

Mário Couto entrou na justiça e o caso foi parar no Supremo Tribunal Federal que acabou ratificando a decisão do PP. Porém, logo depois a Polícia Federal divulgou laudo afirmando que assinatura do secretário do PP na nova ata era falsa. Além de ter assinaturas duplicadas.

NOVAS ELEIÇÕES PARA SENADO NO PARÁ

Com a falsificação de assinaturas comprovadas pela PF, o partido pediu anulação das eleições. O Tribunal Regional Eleitoral assim como o Ministério Público aceitou o pedido para julgar a anulação, de acordo com o ex senador.

Mário Couto afirma categoricamente não ter dúvidas que haverá novas eleições para o senado e que esse assunto deve entrar em pauta no TRE-PA ainda este semestre. É provável que, caso haja novas eleições, ela ocorra junto com as eleições municipais em 2020.

Por último, indignado, Mário Couto desabafou ao site que o que lhe conforta é saber que aqueles que o prejudicaram “não vão poder concorrer e vão ser suspensos por 8 anos, esta é a lei”.

Escute a entrevista na íntegra:

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Open chat
Denúncias, informações ou sugestões
Olá!
Estamos aguardando seu contato.
Powered by