Esporte

Em áudio vazado, técnico impõe condição para continuar no Remo: “Só com a saída do Eduardo Ramos e do Neto”

Um áudio vazado que circula nas redes sociais deve mexer de maneira significativa com o final de temporada do Remo. Nele, o técnico azulino Eudes Pedro afirma que impôs uma condição para continuar no clube: as saídas do meia Eduardo Ramos e do atacante Neto Baiano.

– Fala, gurizada. Deixa eu falar uma coisa pra vocês: acabou o jogo (contra o Paysandu), mandei uma mensagem pro presidente (Fábio Bentes) dizendo que só ficava com a saída do Eduardo Ramos e do Neto. Sei que não tenho força pra ganhar isso aí, mas, se puder ajudar com a saída deles e eu saindo também, não tem problema nenhum, pelo menos vai ficar livre o trabalho pra vocês.

– O time vai ganhar muito sem esses dois – enfatiza o áudio do comandante remista.

Em contato com a reportagem do programa Globo Esporte, da TV Liberal, na manhã desta quarta-feira, Eudes confirmou a autenticidade do áudio, porém, afirmou que estava fora do contexto, pois faltavam outras partes da conversa. Ele explicou que deve se reunir com o presidente Fábio Bentes na tarde de hoje para definir o futuro no clube.

– Isso é um áudio interno, está fora do contexto, tem mais coisas que falei. Não gostaria de comentar. Estou indo pra uma reunião umas quatro horas com o presidente. A gente vai conversar muita coisa, sobre planejamento, caso eu fiquei, montagem do elenco, mais jovem – contou o treinador.

Eudes Pedro foi contratado no dia 27 de agosto, depois da eliminação do Leão na Série C. Foram quatro partidas, com uma vitória, um empate e duas derrotas. Fábio Bentes desmentiu informações de que o comandante tinha sido demitido, mas disse que ele teria o trabalho avaliado para definir pela continuidade ou não.

Eduardo Ramos, de 33 anos, e Neto Baiano, de 37, chegaram ao Remo no decorrer da Terceirona. Titulares, são dois dos jogadores mais experientes, líderes do elenco, mas vêm tendo o desempenho na equipe azulina contestado. Substituído no segundo tempo dos últimos dois confrontos, Eduardo fez 13 jogos e marcou três gols. Neto fez nove partidas e balançou as redes cinco vezes. Ambos têm contrato com a equipe até o final de 2020.

Com informações GE/PA

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar