Denúncia

Diretora do Presídio de Altamira é ligada a Jarbas Vasconcelos

Logo de cara, chama atenção de quem milita na área de segurança pública, o fato de a Diretora do Centro de Recuperação Regional de Altamira não ter qualquer experiência nesta área. De fato, Patrícia Abucater atuava como advogada trabalhista antes de ser chamada para a função pelo Governador Helder Barbalho.

Patrícia, além de Diretora do Presídio é Diretora do Partido Verde em Altamira, mesmo Partido do Secretário Extraordinário de Estado para Assuntos Penitenciários, Jarbas Vasconcelos, que também é advogado trabalhista.

Além do vínculo com Jarbas, patrícia também é cunhada do Presidente da Câmara Municipal de Altamira.

Por sua vez, não esqueçamos que a OAB/PA sofreu intervenção quando esteve no comando de Jarbas Vasconcelos, em episódio que envolvia a venda de um terreno da Subseção de Altamira, suspeita de irregularidades.

Recentemente, o Secretário Geral da OAB/PA, Eduardo Imbiriba, visitou o local onde ocorreu a rebelião e se disse chocado “lá tinha facas de todo tipo e até uma lança”.

O massacre ocorrido em Altamira/PA na segunda, 29, foi o maior depois de Carandiru, causando a morte de 62 detentos que estavam sob a custódia do estado.

Cabe-se apurar a possível responsabilidade ou omissão das autoridades envolvidas, e se elas tinham de fato expertise para lidar com situações de crise como esta que vitimou tantos prisioneiros, ou se foram indicadas apenas pela proximidade com Jarbas.

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. Boa noite, a dra. Patricia Abucater não é diretora do Partido Verde em Altamira, o PV está sem diretório ativo e o PV, através de sua direção, se declarou independente do atual governo.
    Ass) José Carlos Lima – presidente estadual

    1. Como não há possibilidades de postar figuras ou fotos neste espaço destinado à respostas, o site ParaWebNews resolveu editar a postagem para colocar, ao final, imagens em resposta ao Presidente do PV, José Carlos.Como as imagens não fazem parte da matéria iremos retira-las após 24 horas.Também acrescentamos ao corpo da matéria o episódio envolvendo a venda irregular da Subseção de Altamira, quando o Sr. José Carlos, saiu em defesa de Jarbas e contra a intervenção da OAB.

      1. A matéria diz que a Dra. Patrícia é diretora do PV e isso não é verdade, basta o site fazer uma consulta ao TSE e verificará que o diretório do PV em Altamira está inativo. Quanto a venda da sede da subseção defendi o dr. Jarbas Vasconcelos sim e ficou provado pelo Conselho Federal, após exaustiva investigação que não procedia a denuncia de irregularidade. Quanto ao episódio na Penitenciária em Altamira, também repúdio o acontecido e me coloco ao lado dos direitos humanos e dos familiares das vítimas, pugnando que seja banido do Pará esse tipo de episódio lamentável.

        1. Neste caso, postaremos novamente a fotografia do evento de posse, a qual inclusive o sr. aparece. No que se refere a repudiar o ocorrido em Altamira, o próprio Jarbas e o Governador Helder também repudiaram. Nada mais natural. A questão é além de repudiar e lamentar cobrar a responsabilização das pessoas envolvidas, duas delas do PV, quais sejam, Jarbas e Patricia Abucater.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar