CinemaEntretenimento

Cineastas paraenses participam de festival de cinema em nível nacional

Os cineastas paraenses Maria Alice Rocha, Netto Dugon e Silvio Luiz Cordeiro vão participar com seus trabalhos da segunda edição do Festival de Cinema Filmaê, que é direcionado para filmes produzidos com celular. A mostra competitiva será realizada no período de 10 a 15 deste mês, no Espaço Cultural Renato Russo, em Brasília (DF).

O Filmaê é o único festival no Brasil e na América Latina que exibe filmes capturados a partir de um smarphone e vai exibir filmes produzidos em vários estados brasileiros e produções internacionais, contando com 117 títulos. Além da mostra, o evento promoverá duas oficinas e dois debates, tudo com entrada franca.

Celular – O celular é, atualmente, o instrumento de registro de imagens mais utilizado no mundo. Com câmeras potentes e sofisticadas, esses dispositivos móveis têm ampliado a acessibilidade à produção de uma arte como o cinema – tradicionalmente relacionada aos altos custos -, constituindo-se em uma importante ferramenta de expressão, aprendizagem e democratização do acesso ao conhecimento.

Foi neste contexto que nasceu o Festival de Cinema Filmaê – Filmes Produzidos com o Celular, que em 2020 chega à segunda edição. De 11 a 15 de março, no Espaço Cultural Renato Russo 508 Sul, em Brasília, será possível ter um painel da imensa produção de cinema feito com dispositivos móveis no Brasil e em países dos cinco continentes.

Festival – A segunda edição do Filmaê inclui mostras competitivas de filmes nacionais, mostra não-competitiva de títulos internacionais, oficinas e debates, votação do Júri Oficial e do Júri Popular, distribuição de troféus e exibição de títulos produzidos com dispositivos móveis e premiados nos principais festivais dedicados ao gênero, realizados na Suíça, Portugal, Espanha, França, Austrália, Nigéria e Estados Unidos. As sessões ocorrem durante os três turnos do dia e a entrada é franca.

Em sua segunda edição, o Filmaê exibirá 117 filmes nacionais, selecionados dentre um total de 330 inscritos, produzidos em 24 estados brasileiros e no Distrito Federal. São títulos que abordam temas presentes em todos os principais debates do País, como a questão indígena, Amazônia, mudança climática, preconceito, suicídio, dentre vários outros.

Os gêneros vão do experimental à ficção, com destaque para o documentário e para o Jornalismo Móvel (Mojo), linguagem à qual o Festival dedicou um prêmio específico. A curadoria dos filmes nacionais leva a assinatura de Fernando Campos (coordenador geral do Festival), Guilherme Pastana e Guilherme Carvalho (produtores executivos do evento).

Os títulos nacionais participam de mostras competitivas e concorrem a prêmios concedidos pelo Júri Oficial: Melhor Filme de Ficção, Melhor Filme Documentário, Melhor Videoclipe, Melhor Reportagem Mojo, Melhor Filme Experimental, Melhor Filme Infanto-juvenil (de 8 a 12 anos) e Melhor Filme Juvenil (13 a 17 anos). Os títulos foram divididos em seis programas que serão exibidos em duas sessões diárias, de sexta a domingo, sempre a partir do final da tarde.

Paraenses – Os filmes paraenses que estão na competição são “Lição de Maresia”, com direção de Maria Alice Rocha e Netto Dugon, que tem 4min e 27seg, Mojo (jornalismo móvel), 2019, PA, que será exibido no sábado, 14, dentro Programa 4 da Mostra Competitiva de Filmes Nacionais, na sala Marco Antônio Guimarães.

O outro filme é “Praia do Jambre”, direção de Maria Alice Rocha e Netto Dugan, com 3min e 54seg, Documentário, 2019, PA, que será exibido no domingo, 15, dentro da Programa 5 da Mostra Competitiva de Filmes Nacionais, na sala Marco Antônio Guimarães.

E o terceiro é “Tempo”, com direção de Sílvio Luiz Cordeiro, com 1min e 36seg, Experimental, 2019, PA, dentro do Programa 06 da Mostra Competitiva de Filmes Nacionais, na sala Marco Antônio Guimarães.

Serviço: Festival de Cinema Filmaê, de 13 a 15 de março, no Espaço Cultural Renato Russo, em Brasília (DF). Mais informações: http://www.filmae.com.br

Fonte: Assessoria de imprensa Objeto Sim Projetos Culturais

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Open chat
Denúncias, informações ou sugestões
Olá!
Estamos aguardando seu contato.
Powered by