Política

Assessor internacional de Bolsonaro perde atribuições, em sinal de enfraquecimento do olavismo

O assessor internacional de Bolsonaro, Filipe Martins, perdeu hoje, por meio de um decreto publicado no Diário Oficial, algumas de suas principais atribuições.

O decreto, assinado pelo próprio Bolsonaro, passou da Assessoria Internacional para a Secretaria de Assuntos Estratégicos, vinculada a Jorge de Oliveira, as seguintes tarefas:

– assistir direta e imediatamente o Presidente da República no desempenho de suas atribuições e, especialmente, na realização de estudos e contatos que por ele sejam determinados em assuntos que subsidiem a coordenação de ações com organizações estrangeiras;

– assistir o presidente da República, em articulação com o Gabinete Pessoal do Presidente da República, na preparação de material de informação e de apoio, de encontros e audiências com autoridades e personalidades estrangeiras;

– preparar a correspondência do Presidente da República com autoridades e personalidades estrangeiras;

– participar, em articulação com os demais órgãos competentes, do planejamento, da preparação e da execução das viagens internacionais do Presidente da República;

– encaminhar e processar as proposições e os expedientes da área diplomática, em tramitação na Presidência da República.

A Martins, sobrou somar-se aos outros colegas do gabinete de Bolsonaro que cuidam dos tuítes.

Fonte Época

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Open chat
Denúncias, informações ou sugestões
Olá!
Estamos aguardando seu contato.
Powered by